Instrumento da paz.

Há uma melodia incrível que fez parte da minha infância através de uma rádio que tocava trechos desta música como vinheta entre um programa e outro.

Eu sempre cantarolei seus trechos com deboche, sem perceber que nela se esconde uma crença da qual sempre fez parte de mim.

É uma música com contexto religioso, e muitos irão questionar por eu sempre marginalizar minha religiosidade. Acontece que a minha crença nessa música não reside no divino, mas no que cabe a cada indivíduo e sua importância no convívio e participação na vida do próximo, que independentemente de suas crenças, pode ser essencial para a evolução e equilíbrio no convívio social, e até mesmo sua satisfação pessoal em poder estender as mãos ao próximo.

A música/oração é a que segue abaixo, e espero que consiga captar sua essência, abstraindo-se da interferência do “Senhor” e absorvendo para si a importância de sermos cada um esta diferença no mundo:

Oração de São Francisco

Senhor, fazei-me instrumento da vossa paz
Onde houver ódio, que eu leve o amor
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão
Onde houver discórdia, que eu leve a união

Onde houver dúvida, que eu leve a fé
Onde houver erro, que eu leve a verdade
Onde houver desespero, que eu leve a esperança
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó mestre, fazei que eu procure mais consolar que ser consolado
Compreender do que ser compreendido
Amar que ser amado
Pois, é dando que se recebe
É perdoando que se é perdoado;
E morrendo que se vive
Para a vida eterna

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s