Somos todos loucos como queremos ser.

Dificilmente somos mais, ou menos, loucos do que escolhemos ser em cada momento;
Somos o equilíbrio perfeito de nós mesmos em cada passo.

Desequilibramos conscientes, ou não, mas continuamos “catando cavaco” até onde pudermos. Levantamos quando conseguimos, justificamos o que precisamos e seguimos caminho.

Somos tão loucos quanto conseguimos/queremos/podemos/aguentamos/etc…
Sejamos assim, então.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s