Consequências.

Todos os dias vivemos de escolhas.

A cada dia aparecem novos desafios e devemos estar preparados para eles, não que na prática seja simples dessa forma, na verdade, por mais que estejamos preparados para o que vier, não sabemos o que vem. É sempre uma surpresa, até mesmo quando acertamos exatamente o que era.

De qualquer forma, independente do que venha ou do que esperamos que seja, precisamos escolher, e todas as nossas escolhas trazem uma consequência. Estamos um tanto mal acostumados com o sentido desta palavra, geralmente associamos à algo ruim como: “Se não fizer o que mando, você sofrerá as consequências” ou “Ela já escolheu e vai arcar com as consequências”.

Há muitas outras expressões e quase todas no sentido de castigo. Por um lado, todas elas estão corretas, todos arcaremos com as consequências de nossas escolhas, talvez até soframos por um tempo sobre determinado passo, mas, apesar de nem sempre termos uma segunda chance, estamos sempre a mercê de novas escolhas.

Não imagino a vida escolhendo cada nova situação para nós, ela já fez muito nos dando a oportunidade de vir e escolher por conta própria, mesmo que com pequenas ajudas externas, mas no fim, a decisão é nossa.

Caminhos não faltam, mesmo quando aparentemente temos uma ou duas alternativas, talvez não haja apenas direita ou esquerda, talvez não haja apenas aquela árvore ao centro, talvez para que houvessem estes caminhos e aquela árvore, alguém teve que passar por aqui e criar cada uma destas situações antes de você, talvez haja chance de criar um novo mais para o lado, talvez. E para descobrir devemos escolher fazer e, talvez, tenhamos que sofrer as consequências mas, talvez, seja valorosa a consequência no final.

Há uma atenção especial no trecho acima, atente-se aos destaques, pois talvez seja doloroso o destino também, mas lembre-se que você escolheu o “desconhecido” e essa é a incerteza da consequência até que ela aconteça. Pode ser que tenha novas chances e pode ser que tudo se acabe ali, e ainda assim você é quem escolhe se valeu o seu caminho, se valeram seus aprendizados e suas experiências, dou sequência a um pensamento que me guia:

“Façamos da vida aquilo que queremos que ela seja, porque apesar de tudo, ela nos dá essa liberdade”

Escolha sabiamente, mesmo que isso signifique errar muitas vezes ainda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s