O dom comum.

Nasci com um dom comum que todo ser tem: O dom da vida.

Poucos dão valor porque é comum, é padrão. Alguns até se quiexam: “Não pedi pra vir…”
As pessoas querem o dom da música, da arte, de ganhar dinheiro ou qualquer outro, pensam que o dom da vida não tem graça, todos o têm. Aliás acho que nem se lembram dele até que se deparem com o fim, daí vem todo tipo de arrependimento.
Aproveite este dom, tendo outros ou não este é, sem dúvida, o melhor deles. Devemos aprender a usá-lo.
Ele é que permite o uso de qualquer outro, ele permite ser quem quiser ser, permite que chore, ria, abrace, cresça, brinde, brinque, pule, cante, dance… Enfim, permite que viva.
Não desperdice este dom, dê o seu melhor através dele e mostre aos que te rodeiam que também podem aproveitá-lo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s