Sem exageros.

Tem coisa nessa vida que me tira do sério, que me torna louco, não louco de guerra, mas louco que ama.
Se torna fácil amar, sentir, cheirar e chorar quando se conhece gente como conheci.

Há uma porção de coisas que não abro diretamente em palavras, coisas que pessoas nem imaginam que significam pra mim. Algumas pessoas fazem grande diferença na minha vida, mesmo que não saibam declaradamente em palavras explícitas.
Adoro analisar as minúcias da vida, que passam tão despercebidas para as pessoas, pelo menos a maioria delas.
Eu vivo muita fantasia que eu mesmo crio, mas se podem ser reais ou não, quem diz é, só, o ponto de vista, e o meu me permite viver na Terra do Nunca, que prefiro chamar de Terra do Sempre, do Tudo, Terra do Sonho, mesmo em realidade.
São coisinhas que me permitem criar e ouvir (sentir) a trilha sonora da minha vida, me permitem viver um filme, daqueles que têm finais felizes, mesmo não sendo exatamente um fim. E se nunca sabemos quando acaba de fato, posso tê-los sempre por perto e comigo, é como começar todos os dias com um novo “Era uma vez” e terminarem com “felizes para sempre”. Mesmo que o “sempre” não sirva para definir o infinito popularmente conhecido. É que para mim, o sempre é o “enquanto dure” e o enquanto dure passa a ser o infinito.

Ah se soubessem o que isso tudo significa para mim…

Parece até que algumas pessoas já sabiam de tudo isso, mesmo que inconscientemente.
Tem gente que me inspira a ler, escrever, buscar coisas novas. Por certas pessoas eu escreveria até que se acabassem meus dedos, e como diz o próprio título, escrevo aqui, sem exageros.
Mas algumas pessoas se destacam demais para mim, é como se as enxergasse até no escuro.
Por ela, digo, elas, eu abro as aspas e não encontro como fechar. Não encontro conclusões sobre ela, digo, elas.
E as que me roubam as palavras e dilatam minhas pupilas? Daí sim. Deve ser por isso que as enxergo no escuro.
Tem ainda aquelas pelas quais espero, seja pela distância ou pelo tempo, mas renuncio por um bom motivo ou apenas por um tempo.
Aliás, tem gente ainda que é tudo isso numa só.
Agradeço muito à vida pelo que ela me proporciona, que em resumo eu chamo de AMOR.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s