Esse jeitão.

Falar demais, ouvir demais, brincar demais, trabalhar demais e outras tantas demasias. Pensando assim parece ser tudo “demais”, e é!

Há uma ambiguidade nesse termo que ora me salva e ora me condena. Longe de me fixar num momento perfeito, sigo equilibrando na linha tênue dessa ambivalência. Continuar lendo Esse jeitão.

Anúncios

Leonardo Santangelo